Reutilização de Aparelhos Auditivos

Reutilização de Aparelhos Auditivos

5 Dúvidas sobre a Surdez
17 janeiro, 2017
Importancia dos Protetores Auditivos
20 janeiro, 2017

Reutilização de Aparelhos Auditivos

Reutilização de Aparelhos Auditivos

Bom dia amigos e leitores do nosso blog. Estamos aqui para tirar suas dúvidas, informá-los melhor sobre a saúde auditiva e os aparelhos de modo geral. Vamos conversar sobre um assunto bem importante, que gera muita duvida, mas temos vergonha de questionar: reutilização de aparelhos auditivos.

Eu posso (re)utilizar o aparelho auditivo de outra pessoa?

Ou então, posso doar o meu aparelho ou de algum familiar para outra pessoa? A resposta é sim, mas com atenção e cuidados para muitas questões, nas quais vamos conversar melhor aqui.

O processo que envolve a protetização de um Aparelho de Amplificação Sonoro Individual (AASI) consiste em várias e importantes etapas. Em todos esses processos o profissional de saúde e o usuário trocam informações para que ocorra da melhor forma possível. O profissional não deve indicar um AASI que não supra as necessidades auditivas do cliente, não esquecendo da parte estética, social e econômica. A função do profissional é promover o melhor bem-estar, desde a escolha até o da adaptação do AASI.

Dessa forma, acontece a indicação de um AASI que atenda plenamente as necessidades individuais do cliente/paciente. No momento que esse aparelho, por inúmeros motivos deixa de ser utilizado e passa para outra pessoa que precisa utilizar, não se deve apenas colocar o aparelho. O próximo usuário desse aparelho deve passar por todos os processos anteriormente citados no texto, a diferença é que entra no atendimento com um modelo definido. A partir disso, o Fonoaudiólogo vai realizar as verificações necessárias que possam permitir a indicação ou não daquele aparelho já usado para outra pessoa.

Quais os passos para fazer a reutilização de aparelhos auditivos?

a) Avaliação audiométrica → É realizada a audiometria para verificar o tipo e grau de perda do usuário que pretende utilizar o aparelho;

b) Revisão do Aparelho auditivo → Uma revisão completa e especializada do funcionamento e do estado geral do AASI. Um aparelho com problemas pode trazer muitos transtornos e uma péssima impressão sobre o aparelho auditivo em geral para esse novo usuário;

c) Expectativa x Realidade → As expectativas do cliente em relação à utilização de um AASI competem com o que aquele modelo de aparelho auditivo pode apresentar para ele. Assim pode-se evitar frustrações tanto sociais como clínicas e fazer com que o processo de adaptação seja o melhor possível;

d) Modelos e alterações → Dependendo do modelo de aparelho auditivo, necessita-se de algumas personalizações para a utilização do mesmo. Nos intracanais, por exemplo, a confecção de uma cápsula, ou até a realização de molde para melhor amplificação do som. Portanto, o usuário tem de estar ciente e bem orientado sobre essas verificações para a reutilização de algum aparelho.

e) Problemas de funcionamento → Por fim, estar consciente que está colocando um produto com menor de tempo de vida útil. Aparelhos usados podem ter desgaste das peças internas e da cápsula, sendo mais suscetível a falhas que podem apresentar problemas.

Portanto, se a sua dúvida era acerca da reutilização de aparelhos auditivos, espero que esteja mais ciente sobre a possibilidade, mas também sobre os problemas e verificações quanto ao processo para reutilizar um aparelho auditivo. E o mais importante de tudo, independente de estar adquirindo um novo ou não, o Fonoaudiólogo que lhe atender tem que lhe explicar e orientar de forma clara, honesta e bem explicada tudo, sem omitir-se de lhe atender e nunca lhe oferecer um aparelho usado para protetização. Nossa função é dar todo suporte e resolver suas dúvidas e problemas.

Espero que tenham gostado do texto e tenha tirado suas dúvidas. Caso permaneça com alguma, nos escreva ou entre em contato, será um prazer conversarmos. Abraço!


 
William Freitas Manara
O William é fonoaudiólogo da Telesom em Porto Alegre e região. Além de fazer os atendimentos, ele responde as dúvidas dos pacientes escrevendo pro site da Telesom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *